quarta-feira, janeiro 05, 2011

Garotinho "morre" e ressuscita após 3 horas

Uma das temáticas que me fascinam na filosofia é a questão da consciência, da mente vs. cérebro, tão debatida na Filosofia da Mente.

garotinho-g-20100408Predominantemente tem-se a ideia de mente e cérebro como um só e a mesma coisa. Desta feita, uma possível divisão estaria relegada à filosofia cartesiana, que propunha duas substâncias em separada, a res extensa e a res cogitans.

Contudo, muito além dos debates teóricos, multiplicam-se nos hospitais os relatos de experiências de pessoas que acreditam terem vivenciados experiência que ultrapassam o estado corpóreo.

Talvez devido ao grande avanço da medicina no que tange ao ressuscitamento de pessoas em estado crítico de quase-morte, os relatos vem multiplicando-se e espantando muitos profissionais, além de trazer novas possibilidades de pesquisa no que tange a consciência.

Um destes casos recentes foi do garotinho Paul, na cidade de Lynchen, na Alemanha. Paul foi encontrado, por seu avô, boiando e já sem respirar em um lago próximo a casa de seus avós.

Levado as pressas para o hospital, Paul foi dado como clinicamente morto pelos médico e assim permaneceu por 3 horas e 18 minutos… Porém, espantosamente, o coração de Paul voltou a bater.

Segundo as palavras do médico Lothar Schweigerer, um milagre ocorreu.

- Nunca vi nada parecido. Quando isso acontece, a morte é certa.

Agora, Paul se recupera no hospital, sem sequelas. O que impressiona, além do tempo considerado morto, 3 horas e 18 minutos, é também aa questão da consciência. Com 3 horas sem respirar, o cérebro não receberia oxigenação e, portanto, não haveriam atividades cerebrais. Contudo,  o menino conta que conheceu sua bisavó Emmi no “céu” e que ela disse que ele deveria voltar logo para a vida.

Fonte:http://noticias.r7.com/esquisitices/noticias/garotinho-morre-ve-bisavo-no-ceu-e-ressuscita-20100408.html

On-Line Translator